Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

Aposte numa Cuba libre

Fidel Castro vai renunciar ao cargo de presidente de Cuba. O sucessor natural de Fidel é o seu irmão, Raúl Castro, que ocupa o cargo de presidente interino e tem um perfil de reformador. "Terá poucas opções que não seja abrir a economia", diz a revista norte-americana "Time". Mesmo acreditando que a liberalização demorará, os investidores que quiserem ser dos primeiros a ganhar com a economia cubana deverão agir rapidamente.
Há algumas apostas lógicas. A Freeport-McMoRan Copper & Gold, que era dona da maior mina de cobalto da ilha antes da Revolução Cubana, pode reclamar os direitos sobre as extracções. A tabaqueira espanhola Altadis, que controla 50 por cento da Habanos, a produtora local de charutos, pode afastar-se ainda mais dos concorrentes no mercado mundial de charutos. A Sol Meliá tem a maior cadeia de hotéis em Cuba e, segundo alguns especialistas, as receitas na ilha podem duplicar se os turistas norte-americanos puderem visitá-la. Se se verificar um aumento do turismo em Cuba, a Carnival é uma grande beneficiada, porque as Caraíbas são um dos principais destinos da empresa de cruzeiros. David Almas

Pós-Fidel
Algumas ideias para ganhar com a renúncia
Empresa Sector Bolsa
Altadis Tabaco Madrid
Carnival Cruzeiros Londres, Nova Iorque
Freeport-McMoRan Copper & Gold Minas Nova Iorque
Sol Meliá Hotelaria Madrid

Pesquisa Carteira

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags