Quinta-feira, 27 de Março de 2008

Não é só no futebol que os gregos são bons

Ainda a recuperar da derrota de ontem frente à Grécia, os portugueses podem sair a ganhar com os gregos. É que, além de os helénicos serem bons futebolistas – derrotaram a selecção portuguesa de futebol por 2-1 ontem na Alemanha –, têm conseguido um bom desempenho no mar.
Que o digam as empresas de porta-contentores e transporte marítimo com sede na Grécia que cobrem grande parte dos mares mundiais, distribuindo contentores e apanhando a boleia de um comércio mundial que nos últimos 5 anos cresceu mais de 6 por cento por ano, de acordo com o Banco Mundial.
Os gregos estão numa boa maréA Danaos é uma das companhias gregas que tem aproveitado as boas ondas do transporte marítimo, especialmente na zona da Austrália e da Ásia, uma das rotas comerciais mais fortes pela necessidade chinesa de recursos naturais. A forte subida das receitas em 2007 e os bons números da empresa levam os analistas a serem unânimes quanto à aquisição dos títulos que representam os 36 porta-contentores que operam globalmente. Mas há mais bons negócios com os gregos que estão encaminhados para os lucros. São os casos das empresas Euroseas, que aumentou as receitas em 44 por cento durante 2007 e que transporta ferro, carvão e cereais por todo o mundo, e da Quintana Maritime, que mais que duplicou as receitas em 2007. Só a Euroseas, que detém 15 navios, pode pôr a frota a funcionar a favor dos portugueses que decidam investir na companhia que os analistas acreditam que está muito subvalorizada e que poderá aumentar o valor das acções em mais de 60 por cento.
Faça um esforço para esquecer a bola e vá ver passar navios na sua carteira. Nuno Alexandre Silva
1 comentário:
De seven seas a 28 de Março de 2008 às 23:05
Gostei do nome utilizado para classificar os navios: porta-contentores. Apesar de os navios nao serem todos iguais, as companhias mencionadas são maioritariamente especializadas em transportes de carga a granel (bulk) e nao em contentores, mas isso nao tem importancia nenhuma para quem investe, o que interessa mesmo e a rentabilidade de 2 digitos (minimo). Mas tal como disse no inicio, gostei, sim gostei, porque ha muita boa gente que chama os navios de "barco". Ora bem, Barco, como diz certo colega de profissao, e tenho que concordar, barcos sao os que andam no Tejo.
1 abraco e parabens pelo blog

Comentar post

Pesquisa Carteira

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags