Quarta-feira, 28 de Maio de 2008

Empresas com gestão duvidosa

Crocs. Foto: ibiscus27O mercado de capitais é um cenário repleto de armadilhas onde a compra de gato por lebre acaba por ser muitas vezes o destino dos investidores menos atentos. Foi o que aconteceu aos milhares de accionistas das gigantes norte-americanas Enron e Worldcom, que ao acreditarem nas suas administrações acabaram por em 2001 e 2002, respectivamente, passarem de accionistas de uma das maiores empresas norte-americanas para detentores de títulos de empresas falidas.
Para prevenir que os investidores sejam novamente ludibriados pelos administradores, a Audit Integrity classifica as empresas norte-americanas numa escala de 0 a 100 valores, quanto à sua integridade e transparência com base em vários indicadores contabilísticos e de governação. Quanto mais baixo for o resultado, maior é a probabilidade da empresa estar a praticar actos pouco éticos, como manipulação de informação, e ainda poder vir a enfrentar no futuro acções de litígio financeiro e material colocando em causa o desempenho das acções. A Microsoft, por exemplo, é classificada com 59 pontos e considerada uma empresa com uma condição financeira mediana. Já a Crocs, famosa pela suas sandálias coloridas, apenas alcança a marca de 29 valores por "apresentar sérias questões de integridade de governação, podendo mesmo estar a iludir intencionalmente os seus accionistas mascarando graves problemas", revela Jim Kaplan, presidente da Audit Integrity. 
Além da Crocs apenas outras 4 companhias recebem o carimbo de "empresa com elevado risco de integridade" que é sobretudo justificado por factores relacionados com políticas de recompra de acções próprias, utilização de informação financeira privilegiada e elevados incentivos de compensação dos seus funcionários.  
Por mais apetecível que seja uma acção não deixe de investigar a empresa da qual pretende tornar-se proprietário. Se é verdade que nos dias que correm "tempo é dinheiro", não custa nada além de olhar para os rácios financeiros fazer também uma pesquisa sobre a transparência e a integridade da empresa.
Por agora, pode continuar a levar as suas crocs para a praia mas quanto a acções da retalhista de calçado e de vestuário, o melhor é procurar outras modas. Luís Leitão
 
Gestão enganosa
A pouca ética e a falta de transparência da governação valeram a estas empresas o estatuto de sociedade com elevado risco de integridade
 
DTS
Sector: Electrónica
Resultado AGR: 36
Bolsa: Nasdaq
 
Sector: Tecnologia
Resultado AGR: 34
Bolsa: Nasdaq
 
Sector: Saúde e bem-estar
Resultado AGR: 29
 
Crocs
Sector: Calçado e vestuário
Resultado AGR: 29
Bolsa: Nasdaq
 
Apollo Group
Sector: Educação
Resultado AGR: 20
Bolsa: Nasdaq
 
Fonte: Audit Integrity, Bloomberg. Resultado AGR numa escala de 0 a 100: quanto mais baixo for o resultado, maior é a probabilidade da empresa estar a praticar actos pouco éticos.
tags:

Pesquisa Carteira

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags