Segunda-feira, 2 de Junho de 2008

Uma aventura nos céus do mundo

Altos voos. Foto: ChuckumentaryAna Maria Magalhães e Isabel Alçada notabilizaram-se com a criação da colecção de livros “Uma Aventura”, que caminha já para a meia centena de capítulos da saga que tem encantado miúdos e graúdos desde 1982. Mas, nestes 26 anos, depois de 6 milhões de livros vendidos, as autoras ainda não se lembraram de colocar os 5 amigos numa aventura um bocado mais aérea...
Como se sabe, há coisas que a vida real se encarrega de superar a própria ficção. É o caso do actual cenário do sector da aviação europeia. Das 50 companhias aéreas existentes no Velho Continente (19 das quais são cotadas na bolsa), poderão apenas restar 5 transportadoras dentro de alguns anos. Quem o diz é o presidente da subsidiária alemã da easyJet, em resposta às notícias hoje publicadas que dão conta dos sinais de alarme lançados pela Associação Internacional dos Transportes Aéreos (IATA). John Kohlsaat acredita que o elevado preço do petróleo vai levar a uma “onda de falências” no sector aéreo e que só há 5 magníficas capazes de resistir ao autêntico tsunami provocado pelo ouro negro. São elas a British Airways, a Air France-KLM, a Lufthansa, a Ryanair e a própria easyJet.
Uma vez que a IATA acabou de rever (e de que maneira) em baixa as suas previsões financeiras para o sector, aguardando que o conjunto das transportadoras aéreas mundiais registe um prejuízo próximo dos 1,5 mil milhões de euros em 2008 – contra a anterior estimativa que apontava para lucros a rondarem os 3 mil milhões de euros –, os avisos são para serem levados muito a sério. Aliás, se o preço médio do brent rondar os 135 dólares (cerca de 87 euros) até Dezembro, as perdas podem ascender aos 4 mil milhões de euros.
Se é daqueles que acha que nunca mais ninguém vai conseguir domesticar o preço do petróleo, saiba quais são as expectativas dos analistas para as 5 acções que poderão voar por cima da tempestade. Diogo Nunes

Ases pelos ares
Caso se confirmem as piores previsões, o que não é difícil já que os contratos futuros do brent para Dezembro têm sido negociados na ordem dos 130 dólares por barril, dentro de pouco tempo estas serão as únicas transportadoras europeias com direito a “pisar” os céus! 
Companhia Preço actual Potencial de valorização Recomendação média Bolsa
Ryanair Holdings 16,31€ 52,59% Manter Nasdaq
Air France-KLM 16,59€ 32,61% Manter Paris
easyJet 3,61€ 25,98% Comprar Londres
Lufthansa 16,25€ 20,30% Comprar Frankfurt
British Airways 2,89€ 2,73% Vender Londres
Fonte: Bloomberg. Valores ajustados em euros. Potencial de valorização face ao preço-alvo médio atribuído pelos analistas que acompanham a acção. Recomendação média dos analistas que acompanham acção. 2 de Junho de 2008
2 comentários:
De Fernando Correia a 6 de Junho de 2008 às 17:06
Viva,

Quais os actuais níveis do petróleo e sem grandes perspectivas de baixar pelo menos no curto prazo, penso que investir em empresas com uma forte dependência do "ouro negro", como o caso das empresas de aviação, apresenta um risco acrescido. O que acham?
De Carteira.pt a 8 de Junho de 2008 às 17:07
É possível. Contudo, também pode ser uma boa ideia comprar empresas de aviação quando as perspectivas são más, porque só podem melhorar...
Além disso, quando a indústria da aviação comercial rebentou, também se esperou que os caminhos-de-ferro morressem. Isso não aconteceu. Aliás, esse sector foi um dos melhores para os bolsos dos investidores nas últimas décadas.

Comentar post

Pesquisa Carteira

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags