Quinta-feira, 19 de Junho de 2008

Lisboa melhor que Nova Iorque e Dubai

Lisboa tem um dos melhores índices de qualidade de vidaOs países organizadores do Euro 2008 podem não ser dos melhores com uma bola nos pés, tanto que já foram eliminados da principal competição europeia de futebol, mas têm fama de serem sociedades desenvolvidas, bem organizadas e cujo nível de vida dos cidadãos está muito acima da média europeia. Ora, o último estudo global da Mercer, "World Quality of Living Survey", vem confirmar em absoluto aquilo que o bom senso já indicava: os 3 lugares do pódio são ocupados por 2 cidades suíças e 1 austríaca. Zurique volta a arrecadar o ouro, seguida por Viena e por Genebra. No extremo oposto, surgem Brazaville (Congo), Bangui (República Centro Africana) e a lanterna vermelha Bagdade, a cidade com pior qualidade de vida a nível mundial.
Pelo caminho, surge Lisboa na 44.ª posição com 100,3 pontos – escalou 3 lugares face ao ranking do ano passado –, conseguindo suplantar cidades como Nova Iorque, Roma, Hong Kong, Dubai ou Miami. Refira-se que as cidades são classificadas face à Big Apple, a quem foi atribuída uma pontuação base de 100 pontos, em virtude de 39 critérios fundamentais de qualidade de vida, e foram analisadas 215 metrópoles espalhadas pelos 5 continentes. O objectivo deste estudo é “ajudar os governos e as empresas multinacionais nos processos de transferência de colaboradores para projectos internacionais”.
Paralelamente, a Mercer estabelece um ranking de segurança pessoal, baseado em índices como a estabilidade interna, crime, efectividade da aplicação da lei e relacionamento com outros países. Aqui, quem vence é a cidade do Luxemburgo, bem acompanhada pelas suíças Berna, Genebra e Zurique, tal como pela finlandesa Helsínquia, consideradas as 5 cidades mais seguras do mundo. Na outra ponta da corda aparece a repetente Bangui, Nairobi (Quénia), Karachi (Paquistão), Kinshasa (República Democrática do Congo) e a inevitável Bagdade a fazer de carro vassoura. Nesta tabela da segurança, Lisboa conquista uma posição semelhante ao ranking da qualidade de vida, com o 45.º posto, ex-equo com a capital checa Praga.
No que toca à qualidade de vida no restante mundo lusófono, o Brasil coloca 4 cidades à frente da concorrência (Brasília no 105.º lugar, Rio de Janeiro em 114.º, São Paulo em 119.º e Manaus em 129.º), depois vem Maputo em 184.º e Luanda em 196.º. Em termos de segurança, o gigante sul-americano realça-se pelo facto de ter a cidade mais segura dos países estrangeiros de língua oficial portuguesa, Manaus na 103.ª posição, e a mais insegura, São Paulo no 180.º posto. Se por acaso está numa situação de transição profissional para um novo país, veja bem aonde é que se vai meter e exija condições à altura do ambiente que o rodeia. Diogo Nunes

Pesquisa Carteira

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags