Segunda-feira, 14 de Julho de 2008

A sustentável leveza dos fundos

Leve como uma pena. Foto: Grant MacDonaldSe os homens que lideram os países mais industrializados do mundo – e mais poluidores – estão empenhados em reduzir as emissões poluentes em 50 por cento até 2050, há muitos cidadãos comuns que já se preocupam com o impacte das suas acções na natureza. Se para si os investimentos se devem fazer respeitando o ambiente e preservando a sustentabilidade do planeta, há fundos de investimento que se ajustam a si, pelo menos na atitude. O que os gestores das casas de investimento destes fundos fazem é escolher as empresas com melhores práticas do ponto de vista económico, ambiental e ecológico, mas ser “verde” e preocupar-se com a natureza pode ficar apenas por um sentimento nobre. A recompensa pelo seu altruísmo resume-se a rendibilidades muito baixas em quase todos os fundos da classe que se vendem em Portugal. Dos 8 fundos com mais de 5 anos, só 3 têm retornos acima de 3 por cento por ano e alguns, como o JPMorgan Global Socially Responsible, cotado em dólares, tiveram mesmo resultados negativos.
Só um dos vários fundos da gestora Pictet nesta categoria conseguiu oferecer aos investidores mais preocupados na bolsa uma rendibilidade líquida acima de 5 por cento nos últimos 5 anos, mas este é uma das excepções que confirma a regra dos maus resultados que, por exemplo, afundaram todos os fundos socialmente responsáveis lançados em 2006.
Empresas como a seguradora Allianz, a Siemens e a Ericsson integram as escolhas dos gestores do fundo com maior retorno, o Pictet European Sustainable Equities, que é composto ainda por acções como as da suíça Nestlé e da espanhola Telefónica. No segundo fundo mais amigo da carteira e dos nervos dos investidores, o European Responsible Consumer Balanced, gerido pela ESAF, as maiores posições são de obrigações do Estado francês, mas as acções da seguradora Axa e da finlandesa Nokia são algumas das apostas do leque de mais de 30 empresas socialmente preocupadas no fundo. Nuno Alexandre Silva
 
Fundos socialmente aceitáveis
Se não quiser esperar pelos líderes dos países que mais contribuem para o efeito de estufa para se preocupar com o ambiente há poucos fundos “verdes” apetecíveis
Fundo
Rendibilidade*
5 anos
Risco
Comercialização
Pictet European Sustainable Equities
5,12%
Alto
Banco Best, Banco Big
European Responsible Consumer Balanced
4,03%
Médio
Banco Best
DWS Invest Responsability LC
3,22%
Médio alto
Deutsche Bank
Fonte: Bloomberg. *Rendibilidade anualizada em euros. 10 de Julho de 2008

 

Pesquisa Carteira

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags