Quarta-feira, 19 de Março de 2008

Agricultor atento ganha a dobrar

Além de levarem a vida num ambiente mais puro e pacato, os agricultores melhor informados de todo o mundo andam por estes dias rejuvenescidos. Afinal, enquanto os executivos engravatados das stressantes e poluídas capitais coçam a cabeça com a crise financeira que abala as praças accionistas, quem ganha o pão da terra pode facturar a dobrar com os seus cultivos.
Basta continuar a colher as plantações, vender no mercado do costume e, depois de pagar todas as despesas, aplicar o que sobra no final do mês num dos vários instrumentos financeiros que permitem apostar nos bens agrícolas. Sugestões não faltam na edição em banca da Carteira e neste mesmo blogue. Com a contínua subida de preços sem dar sinais de abrandar o passo (muito pelo contrário), além de ganharem mais dinheiro com os mesmos produtos, os agricultores ainda podem esticar os lucros através do investimento nas mercadorias certas. No fundo, é como atirar uma semente para o chão e nascerem duas bananeiras.

O Parworld Agriculture rendeu cerca de 34% desde o lançamentoTractor a 10 por cento
Se a sua ferramenta de trabalho é a enxada, siga esta táctica e durma descansado à sombra das mais-valias, já que as suas finanças pessoais estarão bem protegidas, pelo menos, durante os próximos 3 ou 4 anos. Há consenso entre os especialistas sobre este assunto, já que são boas as perspectivas para o andamento da classe de activos das mercadorias, como um todo, e para os bens agrícolas, em especial.
Dentro deles, foco é dirigido para os cereais, como o milho, o trigo ou a soja, mas também para o açúcar e para o cacau. Diz quem sabe que são as suas cotações as que mais vão subir, podendo dar retornos de 2 dígitos em 2008, bem acima dos metais preciosos, metais industriais, recursos energéticos e gado vivo, os restantes companheiros de turma das mercadorias.
Está visto que os criadores de gado, também eles peça integrante do mundo rural, ainda que andem bem montados a cavalo, não vão conseguir acompanhar a velocidade dos agricultores que conduzam o tractor na seara dos ganhos. Diogo Nunes
Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Uma Enxada Ainda Melhor Para Cultivar Ganhos

Vá directo à seará. Foto: Cindy47452No artigo "Enxada Para Cultivar os Ganhos" sugerimos o Parworld Agriculture e o PowerShares DB Agriculture para quem quiser aproveitar a alta das mercadorias agrícolas. Porém, o ActivoBank7 vem agora dar um passo em frente: 32 fundos cotados que investem em mercadorias. "Os exchange-traded funds (ETF) sobre commodities tendem normalmente a replicar a evolução de um índice sobre commodities baseado em contratos de futuros, no entanto poderão também deter directamente os contratos de futuros (os mais líquidos, que são normalmente aqueles que têm a maturidade mais próxima) ou ainda deter a commodity física (possível apenas para commodities não perecíveis como os metais preciosos)", explica Rui Olo, gestor de produto do ActivoBank7. Por isso, na prática, ao comprar um destes fundos está a apostar na valorização da mercadoria (platina, petróleo, gasolina, algodão, etc.), menos a comissão de gestão da ETF Securities, a sociedade gestora, e as comissões de bolsa do ActivoBank7. A comissão anual de gestão máxima destes fundos é de 0,49 por cento, liquidados ao longo do ano.
Embora o ActivoBank7 seja o único a oferecer neste momento o acesso online a estes fundos cotados, todos os intermediários financeiros podem ajudá-lo a comprar estes produtos, nem que para isso tenha de usar o telefone para dar uma ordem. David Almas

Directo à Seara
São os fundos cotados que investem em bens agrícolas. Estão todos cotados em Frankfurt e a comissão anual de gestão é de 0,49 por cento
Fundo Em que investe
ETFS Agriculture DJ-AIGCI 25% soja, 19% milho, 16% trigo, 11% algodão, 10% açúcar, 10% café, 9% óleo de soja
ETFS Coffee 100% café
ETFS Corn 100% milho
ETFS Cotton 100% algodão
ETFS Grains DJ-AIGCI 41% soja, 32% milho, 27% trigo
ETFS Softs DJ-AIGCI 34% algodão, 33% açúcar, 33% café
ETFS Soybean Oil 100% óleo de soja
ETFS Soybeans 100% soja
ETFS Sugar 100% açúcar
ETFS Wheat 100% trigo
Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Enxada Para Cultivar os Ganhos

Trigo para 2008. Foto: FlickmorÉ o regresso às origens! Em plena era digital, quem diria que os bens agrícolas são a grande aposta dos especialistas no mercado das matérias-primas em 2008? Contactados pela Carteira, um conjunto de entendidos confirma a tendência. Teresa Gil Pinheiro, analista do BPI, revela: "Possivelmente, as mercadorias que continuarão a registar maiores taxas de valorização serão os bens agrícolas, beneficiando da sua utilização para produção de biocombustíveis." Também João Cantiga Esteves, sócio-gerente da Ephi – Ciência Financeira, aposta nesta área específica do mundo das mercadorias. E vai mais longe: "Em 2008, o trigo aparece na linha da frente, dada a enorme procura deste cereal por parte da China, cada vez mais usado em alternativa a cereais mais tradicionais chineses e pelo enorme potencial na utilização do trigo na produção dos biocombustíveis."
A forma mais fácil de um investidor português aproveitar a boleia do último grito da moda, sem ter de sujar as mãos na terra, é adquirir fundos de investimento ou fundos cotados especializados em produtos agrícolas. No primeiro lote, o foco dirige-se para o Parworld Agriculture, gerido pelo BNP Paribas Investment Partners e disponível no Banco Best. Para a categoria de fundos cotados, fica também uma sugestão: o PowerShares DB Agriculture, que rendeu mais de 12 por cento em 2007 aos investidores que têm as carteiras denominadas em euros, mesmo com o movimento desfavorável do dólar. A comissão anual também é atractiva, já que são uns meros 0,75 por cento. Haja “adubo”! Diogo Nunes

Pesquisa Carteira

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags