Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

Segure a sua boca

EstomatologiaÉ no dentista que fica uma grande parte das despesas médicas das famílias portuguesas. Para ajudá-las a reduzir a factura, algumas seguradoras lançaram seguros de estomatologia completamente independentes dos tradicionais seguros de saúde. Ao adquirir um seguro de estomatologia obtém o acesso a uma rede de dentistas a preços reduzidos, definidos previamente. Por exemplo, através do Dentall da Allianz, não paga as consultas regulares nem as extracções simples e eliminar um siso fica por 75 euros.
Ao contrário dos seguros tradicionais, estes podem ser usados logo após a sua subscrição. Além disso, o custo do seguro é independente da idade e há descontos familiares.
Conheça os seguros de estomatologia mais baratos. Atenção que, embora os prémios anuais sejam mais baixos, não quer dizer que os co-pagamentos (isto é, a parte do recibo do dentista que lhe sai do bolso) sejam os que são mais em conta nem que a rede de prestadores é a melhor. David Almas
 
1 adulto
Imed Protecção Dentária, Açoreana
ou
Protecção Saúde Oral, Real Seguros
Prémio anual: 72,00€
 
2 adultos
Protecção Saúde Oral, Real Seguros
Prémio anual: 132,00€
 
1 adulto e 1 filho
Filho até 8 anos
Liberty Saúde Dentária, Liberty Seguros
Prémio anual: 79,50€
 
Filho entre 8 e 14 anos
Dentall, Allianz
Prémio anual: 90,00€
 
Filho com mais de 14 anos
Protecção Saúde Oral, Real Seguros
Prémio anual: 132,00€
Terça-feira, 22 de Abril de 2008

Accumulator para todos

Paulo Pires, uma das caras do Accumulatoraqui dissemos que foi preciso fazer finca-pé para conseguir ler o prospecto simplificado do Accumulator Evolução, um produto cujo desempenho está indexado à perfomance de cestas de fundos de investimento. Esse problema acabou de desaparecer: a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, a autoridade competente na supervisão deste tipo de produtos desde Novembro de 2007, começou a compilar os prospectos simplificados no seu sítio. Basta ir à página dos seguros ligados a fundos de investimento, vulgarmente conhecidos por unit-linked, procurar pelo Accumulator e descarregar o ficheiro do prospecto. Depois pode confirmar que há uma comissão de subscrição de 1 por cento para aplicações até 25 mil euros e uma comissão mensal de gestão de 0,125 por cento.
Da próxima vez que tiver uma dúvida sobre um seguro indexado a fundos de investimento, consulte o sítio da CMVM para esclarecê-las. David Almas
Sexta-feira, 11 de Abril de 2008

Corte no intermediário

Paulo Pires, uma das caras do AccumulatorFoi com alguma pompa e circunstância que a segurada Axa lançou o Accumulator Evolução, um seguro de capitalização indexado à performance de fundos de investimento. O Accumulator investe por si em vários fundos, seguindo uma estratégia mais conservadora ou mais agressiva, e garante-lhe o capital aplicado ao fim de cinco anos. Até celebrar os cinco anos, não há qualquer garantia, mas há liberdade de resgate.
Apesar dos muitos artigos escritos sobre o Accumulator, dificilmente o investidor interessado fica com toda a informação. Mesmo indo a uma loja Axa é preciso fazer finca-pé para conseguir um prospecto simplificado. Antes de recebê-lo fica a saber que os cabazes dos fundos ganharam entre 2,71 por cento e 11,92 por cento por ano nos últimos 5 anos. Só depois de ler o prospecto é que descobre uma comissão de subscrição de 1 por cento para aplicações até 25 mil euros e uma comissão mensal de gestão de 0,125 por cento, o equivalente a uma comissão anual de 1,49 por cento.
Depois de descontar os efeitos dos impostos e das comissões, o ganho dos cabazes oscila entre 0,69 por cento e 8,03 por cento por ano nos últimos 5 anos. Contudo, não convém esquecer que os últimos 5 anos foram muito positivos, especialmente para o mercado accionista. Não é de esperar que o forte desempenho se repita.
Será que vale a pena investir no Accumulate? A única vantagem do produto é a garantia de capital no final dos 5 anos. Porém, não vale a pena estar a pagar as comissões da Axa se sabe que é pouco provável que tenha de recorrer a essa garantia. Isto é, se está a pensar apostar nas opções mais conservadoras, mais vale optar por investir directamente em fundos: é muito pouco provável que perca dinheiro e não tem de pagar as comissões. David Almas

Pesquisa Carteira

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags