Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

Taxas dos certificados de aforro caem em Março

Os certificados rendem menosA descida das taxas de juro é boa para a maioria das pessoas, já que vêem as prestações do crédito hipotecário a cair. Porém, o rendimento acumulado nos certificados de aforro também acompanha a queda das taxas Euribor, que servem de referência à maioria dos créditos e aos certificados de aforro.
A taxa de referência da nova série C dos certificados cairá para 3,458 por cento em Março, quando em Fevereiro tinha ficado em 3,488 por cento. A diferença pode parecer reduzida, mas numa aplicação de longo prazo (limitada a 10 anos pela legislação), o impacte pode ser significativo. Além disso, os economistas estimam que as taxas Euribor continuarão a cair nos próximos meses.
Os aforradores que ainda têm títulos das séries A e B, cujas subscrições foram suspensas, verão as taxas-base a descer de 2,603 por cento para 2,513 por cento em Março. David Almas
14 comentários:
De Orlando a 3 de Maio de 2010 às 22:31
Isto foi um autentico roubo, um abuso de confiança, os clientes subscreveram um produto e nas letrinhas pequeninas que ninguém lê fala numas condições contratuais em documento anexo que nunca ninguém falou ou leu.
Prospecto informativo na venda do produto (Postal 4.85), é uma autentica mentira e ninguém é o responsável , já reclamei em todo lado, CTT, Seguros de Portugal, Banco de Portugal, .... e responsável não há, é uma vergonha aproveitarem assim da boa fé depositada nos CTT por parte dos seus clientes para venderem este tipo de produtos.
Uma coisa sei nunca mais subscrevo nada nos balcões dos CTT.
De narciso a 15 de Outubro de 2008 às 17:30
Os CTT aproveitaram-se da confiança que a maioria das pessoas tinha nos correios e começaram a impingir produtos como o postal soma 20, o postal 4.85 entre outros. Todos os clientes que decidiram aderir a estes produtos muito por causa da insistencia dos funcionarios dos CTT estão a ser severamente lesados, todos estes produtos não atingiram as rentabilidades anunciadas e ainda por cima as unidades de participação cairam em alguns casos quase 30%, ou seja o dinheiro investido alem de não dar juros devalorizou quase 30 %. A fidelidade mundial que por sua vez pretence à CGD aproveitou a confiança que as pessoas tinham nos CTT para vender estes produtos. Os CTT como recebem à comissão por cada produto impingido conseguiram convencer milhares de pessoas e chegavam mesmo a ligar para casa das pessoas . A CGD publicou relatorios a dizer que estes produtos foram um sucesso acima do esperado no que diz respeito às contas da CGD, pois isto de as pessoas depositarem dinheiro e depois não darem juros e cobrar uma comissão de 30% a quem quiser levatar o dinheiro certamente que será muito rentavel para a CGD. Ao preguntar num bacão dos CTT como se calculava a taxa de juro do postam soma 20 a funcionaria respondeu que dependia de umas taxas complicadas que ela não sabia calcular!!! Acho que os CTT deviam ser responsabilizados criminalmente por publicidade enganosa e aproveitamento da ignorancia das pessoas
De abf13 a 15 de Outubro de 2009 às 16:45
a serie c está a ser um grande produto

falo por mim, claro, mas a fidelidade alertou as pessoas para terem calma...........quem não teve perdeu..............foi pena
De Valter Santos a 21 de Outubro de 2009 às 15:11
O senhor acha que a serie c está a ser um grande produto porque ainda não se aprecebeu que os supostos juros que recebeu estão a ser descontados das unidades de participação, se reparar nos extratos que lhe enviam por cada pagamento de "juros" são lhe descontadas unidades de participação.

Peça uma simulação de resgate nos CTT e verá a verdadeira grandiosidade desse produto. e duvido que os 12% de cotação positiva das UPs lhe consigam impedir que perca dinheiro.

se investiu 500 euros e lhe pagaram 100 de juros só já la tem 400 euros o que é um belo negocio para os CTT a fidelidade mundial e a CGD que engendraram estes produtos. Assim até eu abria um banco e dava juros retirados dos depositos

As recomendações dos CTT são sempre para manter estes produtos porque é muito vantajoso pricipalemnte para eles.

Estes produtos são no minimo fraudulentos e a actuação dos CTT é vergonhosa e criminosa.

Chegou a passar na SIC uma reportgem de um dos depositantes dos soma 20 que foi levado pelo funcionario dos CTT a subscrever este produto e depois perdeu bastante dinheiro.
De Valter Santos a 21 de Outubro de 2009 às 14:45
Eu também tive a infelicidade de subscrever o postal 4.85 e o soma 20 serie A porque o funcionario dos correios garantiu-me que era um produto seguro de elevada rentabilidade e que era muito melhor que os certificados de aforro.

Conclusão: acabei por descobrir que os supostos juros (ou rendimentos) que este tipo de produtos dá é descontado do valor do deposito.

Os poucos juros que este produto pagou foram descontados do valor depositado, ou seja se alguem investir 1000 euros e ao fim do ano o produto dar 100 euros de juros a pessoa fica apenas com 900 euros no valor do deposito. Ou seja, os supostos rendimentos servem apenas para enganar as pessoas, porque na realidade ao serem descontados do deposito não são juros.

Liguei para a fidelidade mundial a pedir esclarecimentos e eles disseram que este tipo de produtos não passam de seguros de vida e que não podem ser considerados depositos a prazo e confirmou-me que os supostos rendimentos são descontados do valor do deposito.

Levantei o produto e tive uma penalização de mais de 20% do dinheiro investido e ainda por cima os juros que pagaram foram descontados do valor como indiquei acima.

Quem é que no seu perfeito juizo vai fazer um deposito a prazo onde os supostos juros são descontados do valor do deposito ?!! e onde ainda por cima o valor investido é transformado em unidades de participação que dependem da bolsa e de factores imprevisiveis que ninguem nos CTT nem na fidelidade mundial sabem explicar?!,

Vou apresentar uma queixa aos CTT, à fidelidade mundial à CGD e ao banco de Portuga porque acho que todas a pessoas que subscreveram estes produtos foram induzidas em erro e bastante lesadas.
De bruno varela a 2 de Setembro de 2008 às 18:11
Olá,

Tenho o soma 20 serie C. Gostaria de saber se as up´s se aproximam do valor inicial, á medida que o termo do contracto se aproxima. Ou se podem descer indefenidamente

Muito obrigado
De pinto a 11 de Outubro de 2008 às 12:21
ola ;tenho soma 20 série b e senti-me aldrabado porque quando fui aos ctt fui induzido para comprar este produto disseram-me que era um produto rentável e que a curto prazo chegaria aos 20 % tudo mentira deixaram de dar juros e estão a perder mais de 15% acho que os funcionários dos correios não estão ablitados para vender produtos financeiros.quando vos quiserem impingir produtos financeiros tenham cuidado
abracos
De Anónimo a 25 de Março de 2008 às 16:47
qual a taxa líquida dos certificados de aforro subscritos em Dezembro de 2005 e Novembro de 2006? vale a pena trocar pela nova série C?
De Ana Nascimento a 18 de Março de 2008 às 14:55
Então e o Postal 4%, o novo seguro de capitalização dos CTT. Quem tem certificados de aforro, série B há menos de um ano deve trocar por este seguro de capitalização?
De n r a 23 de Julho de 2008 às 17:26
Todos os seguros de capitalização dos CTT, não passam de um péssimo investimento, o valor das unidades de participação deste tipo de seguros acaba sempre por cair e neste momento todos os seguros de capitalização que os CTT comercializaram estão com cotação negativa, isto quer dizer que, quem quiser levantar o dinheiro além de pagar a taxa de levantamento perde parte do dinheiro investido, o postal SOMA 20 série C bate todos os outros com uma desvalorização de 24%, destaca-se também o postal 4.85% um seguro de capitalização a 10 anos que deixou de dar juros a partir do segundo ano e agora desvalorizou 18%, na altura da subscrição destes produtos, os CTT enviaram uns prospectos a dizer que este tipo de seguros teriam na pior das hipoteses uma desvalorização de 2 %, no caso do soma 20 série C só se enganaram por 20%.

De braflavio a 15 de Março de 2008 às 20:28
se tiver certificados de aforo a 14 anos devo tirar e invertir noutro local?
De Carteira.pt a 17 de Março de 2008 às 15:23
Se é um aforrador conservador, deixe-se ficar.
De Anónimo a 15 de Março de 2008 às 18:30
Então deve-se trocar os antigos da série B pelos novos da série C ou não?
De Carteira.pt a 17 de Março de 2008 às 15:24
Já explicámos neste blogue que não.

Comentar post

Pesquisa Carteira

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags