Segunda-feira, 7 de Abril de 2008

Venda a casa primeiro do que a vizinha

Quem passeia por Portugal não terá dificuldade em reparar nos muitos letreiros pendurados nas varandas e nas janelas com o anúncio de venda de casa. As condições mais apertadas do crédito por parte dos bancos e a subida das taxas de juro Euribor, referência para os créditos à habitação, têm tornado mais difícil o acesso às casas desejadas por muitos portugueses. Os juros de 4,7 por cento praticados agora no mercado são mais do dobro dos juros praticados há 2 anos e, de acordo com os dados do Banco de Portugal, a concessão de crédito para comprar casa está a abrandar. Esta conjuntura pode levar o seu apartamento ou moradia a ficar nas suas mãos por um tempo indeterminado à espera de alguém que reúna a capacidade financeira e simpatize com o que tem para oferecer.
Para que não deixe arrastar a sua placa de venda nas janelas torne a sua casa a mais apetecível da rua.

Aumente as probabilidades de venda
Conseguir vender a casa pode ter mais de psicologia do que imagina

1. Faça pequenas reparações
Não deixe que faltem maçanetas, interruptores ou que haja fios eléctricos à vista. Portas empenadas, soalho em mau estado e buracos na parede também não ajudam à primeira impressão.

2. Dê brilho à casa
Uma casa de banho bem lavada e com brilho pode mandar uma mensagem para os futuros donos sobre as pessoas que ali viviam e o tratamento dado ao resto da casa. Passe também em revista todas as outras divisões, deixando brilho onde pode: chão, parede, bancadas, electrodomésticos.

3. Torne os acessos agradáveis
Para quem quer vender uma moradia será mais fácil limpar passeios e cuidar dos acessos à vivenda, mas num prédio muitas vezes é impossível. No entanto, certifique-se que os acessos ao apartamento que está a vender não estão obstruídos ou sujos. Mais uma vez, é a primeira impressão a funcionar.

4. Crie divisões que ficam na memória
Se está a mostrar a casa enquanto ainda lá mora, um quarto muito bem decorado ou uma sala de sonho podem estimular a memória e fazer a diferença no momento da escolha.

5. Climatize o espaço
Uma casa a escaldar no Verão ou a gelar no Inverno não é o melhor cartão de visita. Tente ambientar a casa algum tempo antes.

6. Não chateie o comprador
Deixe em paz o potencial comprador quando ele se movimenta pela casa e não tente fazer “conversa da treta” só para não criar momentos de silêncio. Ele não está ali para criar amigos, mas para fazer um dos investimentos mais importantes da sua vida. Nuno Alexandre Silva
tags:
1 comentário:
De figueiredo a 7 de Abril de 2008 às 23:29
Finalmente um blog que vale a pena. Parabéns!

Comentar post

Pesquisa Carteira

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags